Desenvolvimento de uma unidade de ensino potencialmente significativa usando metodologias ativas para o ensino de forças nucleares

Nome: Edson Elias de Souza
Tipo: Dissertação de mestrado profissional
Data de publicação: 11/11/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Joao Paulo Casaro Erthal Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Fernando José Lira Leal Examinador Externo
Flavio Gimenes Alvarenga Examinador Interno
Joao Paulo Casaro Erthal Orientador

Resumo: O presente trabalho expõe uma investigação que busca analisar as contribuições para o ensino de Física Nuclear no Ensino Médio, a partir da utilização de uma abordagem metodológica apoiada nas premissas da aprendizagem significativa (AS) desenvolvida pelo psiquiatra David Paul Ausubel (1918 - 2008) e das metodologias ativas de ensino: Sala de Aula Invertida, Ensino sob Medida (EsM) e Instrução pelos Colegas(IpC). Para o desenvolvimento da Sequência Didática (SD) abordando os conceitos de forças nucleares, usamos uma Unidade de Ensino Potencialmente Significativa (UEPS).
A Sequência Didática foi aplicada para os estudantes da terceira série do Ensino Médio e teve como objetivo validar uma UEPS sobre Física Quântica (FQ). Para isso, dentro de vários referenciais teóricos o que mais atendeu às expectativas do professor/pesquisador foi o de Ausubel, porque valoriza os conhecimentos existentes na estrutura cognitiva dos estudantes e acredita que o conhecimento é armazenado no cérebro humano de maneira altamente organizada, formando uma hierarquia conceitual, de modo que os conceitos sejam assimilados às concepções mais gerais e inclusivas.
Em busca de uma aprendizagem significativa, percebemos a necessidade de inovar, pois a aula tradicional, voltada para a aprendizagem mecânica, não desperta interesse nos alunos, ao passo que a SD (Sequência Didática) propicia maior envolvimento por parte dos estudantes e com a SD, ocorreu um maior envolvimento dos discentes. Partindo do princípio, de que o conhecimento prévio do aluno é a variável que mais influência na aprendizagem significativa, é possível afirmar que o uso das metodologias ativas se concebe como ferramenta para potencializar a UEPS.
As metodologias ativas, principalmente a Sala de Aula Invertida, consistem em transpor o que é tradicionalmente feito em sala para casa, o EsM em preparar tarefas/ atividades sob medida para tirar as dúvidas apresentadas pelos estudantes e o IpC na formação de grupos de alunos para promover discussões das questões apresentadas pelo professor, tendo o professor o papel de mediador, configurando-se o aluno como protagonista de todo o processo de ensino-aprendizagem.
A SD foi aplicada em sete aulas, inicialmente foi feito um trabalho motivacional em que nossa fala teve como objetivo principal a conscientização, por parte dos alunos, da importância da aquisição de conhecimentos e posteriormente com a
aplicação de um pré-teste, verificamos quais saberes prévios os alunos tinham naquele momento. Ao final da aula, cada aluno recebeu um material potencialmente significativo, servindo como subsunçor para ancoragem dos novos conhecimentos sobre o tema discutido e uma atividade avaliativa para ser feita em casa
No início da segunda aula, formamos grupos de cinco alunos e aplicamos o IpC, usando como referência para a montagem das questões do IpC as dúvidas apresentadas anteriormente à aula. Na terceira e quarta aula, repetimos os mesmos procedimentos da segunda, acrescentando o uso de experimentos e simuladores. Na quinta e sexta aula, os alunos apresentaram seminários sobre os temas estudados. Ao final de cada aula, os alunos receberam uma tarefa avaliativa e um material potencialmente significativo e no último encontro, aplicamos uma prova e um questionário de Opinião.
Ao analisarmos as respostas do questionário de opinião e os dados coletados, verificamos uma grande aceitação por parte dos alunos com a SD aplicada, resultando em alunos mais críticos e com maior autonomia para estudarem sozinhos em casa.
Como instrumento de coleta de dados, usamos: o diário de bordo, tarefas avaliativas, seminários e provas. Com as análises dos dados da pesquisa, verificamos que os alunos obtiveram asserções de conhecimentos, levando a uma diferenciação progressiva e consequentemente, a uma reconciliação integradora, consolidando a importância de uma aprendizagem significativa.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras | Vitória, ES -Brasil | CEP 29075-910